Saúde

Arujá alerta sobre combate ao mosquito da dengue

Com o início do verão, a Prefeitura de Arujá alerta sobre a importância da continuidade das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana.

A última doença tem preocupado a população. As cidades do Alto Tietê fazem parte da área onde a vacina está sendo aplicada.

O primeiro passo no combate é não deixar que criadouros se formem. É preciso lembrar de fechar bem os tonéis, caixas d'água e latas de lixo, manter as calhas limpas, bem como deixar garrafas vazias sempre viradas para baixo e colocar areia nos vasos de plantas.

Essas são algumas medidas importantes para evitar que focos do vetor sejam formados nos quintais e nas casas.

Nos últimos dois anos, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, foram registrados 45 casos de dengue em Arujá, sendo 21 em 2016 e 24 em 2017.

No mesmo período houve o registro de um caso importado de chikungunya.

As ações preventivas devem ser intensificadas para que a população não sofra novamente com epidemias e altos índices de doenças disseminadas pelo mosquito.

Denúncias de possíveis focos do Aedes aegypti podem ser feitas pelo Disque-Dengue, que é o 0800-778-8882. O serviço é exclusivo aos moradores de Arujá.

Search

0
Shares

Opa! Já visitou nossa páginas?

Close

Bem-vindo(a)! Aproveite para curtir e seguir @cidadedearuja nas redes sociais.